Escolha um local
Campo obrigatório

Você sabia que a perda ou diminuição súbita do olfato pode estar relacionado com COVID-19?

Publicado em 18/05/2020 12:00

De acordo com a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, as infecções virais de vias aéreas superiores (IVAS) são uma das principais causa de perda de olfato (anosmia), apresentando recuperação espontânea na maioria dos casos.

Com o crescente número de casos de COVID-19 começou-se a observar um aumento de relatos de anosmia ou hiposmia entre esses pacientes. Sendo assim, chamou a atenção das equipes médicas a possibilidade da anosmia ser um sintoma de alarme para o COVID-19. Diversos artigos começaram a observar, e a orienta que a presença de anosmia súbita (com ou sem ageusia e sem obstrução nasal concomitante) talvez possa sugerir COVID-19 neste cenário de pandemia e transmissão sustentada do vírus SARS-CoV-2, e sugere que pacientes deveriam ser avaliados pelo seu médico assistente e que nestas condições possam orientar a realizar isolamento domiciliar por 14 dias e aguardar a resolução da anosmia, que parece ser temporária na maioria dos caso.

Compartilhar

Otorrinolaringologista
CRM 6026 MS

Responsável pela publicação
EmConsulta
Responsável técnica:
Dra. Thais Correia Leone Della Pace
CRM/MS 4056
Não achou o que procurava?

Como podemos ajudar?

Preencha os campos abaixo e informaremos
assim que ficar disponível.
Digite ao menos 3 caracteres