Escolha um local
Campo obrigatório

Neuroplasticidade e a Prescrição de Exercícios

Publicado em 05/10/2020 08:00

A neuroplasticidade consiste na capacidade dos neurônios de alterar sua função, perfil químico ou sua estrutura (Woolf e Salter, 2000), ela ocorre no processo de aprendizado e é necessária para a recuperação de uma lesão no sistema nervoso central como por exemplo nos casos de AVC (Acidente Vascular Cerebral), TCE (Traumatismo Crânio-Encefálico).

Estudos com neuro-imagens de indivíduos com AVC, indicaram modelos de ativação pós- lesão que sugerem reorganização funcional tanto no córtex adjacente quanto no hemisfério contralateral. Investigações morfológicas mostraram que este tipo de plasticidade é mediado por proliferação de sinapses e brotamento axonal.

Toda vez que há uma lesão no Sistema Nervoso Central, centenas de neurônios morrem, e outros neurônios terão que exercer aquela função comprometida, dependendo da aérea, extensão e localização, grupos neuronais de mais de uma área são recrutadas para assumirem essa “nova função”’, isso ocorre de forma natural, porém a reabilitação tem um papel de suma importância na condução desses neurônios.

Digamos que os neurônios que morreram eram grandes engenheiros e arquitetos de um prédio altíssimo e de arquitetura singular, os neurônios que serão recrutados podem ser uma pessoa que nunca colocou a mão na massa e não tem idéia por onde começar, mas mesmo assim vai... com a reabilitação CORRETA, esses neurônios participam de um INTENSIVÃO, e podem se tornar até mestre de obras de arquiteturas esplêndida!

Pois bem, é mais ou menos assim, mas não é tão simples quanto parece, a Neuroplasticidade engloba os seguintes mecanismo:

a) Habituação ( "...decremento da resposta que é resultante de uma estimulação repetitiva...” Harris (1943, p. 385)
b) Aprendizado e Memória: Na repetição de um estímulo específico, a síntese e a ativação de novas proteínas alteram a excitabilidade neuronal e promovem o estabelecimento de novas conexões sinápticas, especialmente da espinha dendrítica (Johansson, 2004)
c) Recuperação celular após lesões : Alguns neurônios tem a capacidade de se regenerar e os que morrem o sistema nervoso central promove a recuperação por meio de alterações sinápticas específicas da reorganização funcional.

ÁREAS CORTICAIS SE AJUSTAM ROTINEIRAMENTE ÀS ALTERAÇÕES NA ESTIMULAÇÃO SENSORIAL E DESENVOLVEM NOVAS FUNÇÕES DEPENDENDO DA ESTIMULAÇÃO MOTORA

Embora a plasticidade ocorre sempre pós lesão, alguns fatores afetam diretamente a evolução das alterações neurológicas como a idade do paciente, sexo, fatores ambientais, estilo de vida e outros. O processo de recuperação pós lesão podem ser agrupados em: anatômicos, funcionais e neuroquímicos.

Na reabilitação a prescrição do exercício é uma dúvida que persiste quanto ao tempo, intensidade e carga. Alguns estudos demonstram que exercícios agudos geravam maiores alterações que exercícios crônicos (Molteni et al., 2002) Porém exercícios de curta duração e intensidade moderada abaixo do limiar de lactato é capaz de promover mudanças plásticas.

Outro fato importante da reabilitação é que contraditoriamente ao que se acreditavam é que doenças neurológicas como Alzheimer, AVC, Parkinson, resultavam em perda permanente de neurônios sem qualquer possibilidade de regeneração celular, hoje ja se sabe que algumas regiões do encéfalo (zona subventricular dos ventrículos laterais e a zona subgranular do
     
giro denteado do hipocampo) são capazes de gerar neurônios novos durante toda a vida adulta (Azizi e Vendrame, 2007; Zhao et al., 2008)

Estes resultados podem contribuir para um melhor planejamento e prescrição de exercícios, considerando uma abordagem mais precisa, adequada e eficaz.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: “Neuroplasticidade Induzida pelo exercício: efeitos sobre o hipocampo e regiões motoras do encéfalo de ratos” São Paulo 2011
“Neurociência - Fundamentos para a Reabilitação” 3a ed. Lundy - Ekman 2008
“Fisiologia Aplicada à Fonoaudiologia”2a ed. Douglas Carlos 2006
Compartilhar

Fonoaudiólogo
CREFONO 54008 MS

Responsável pela publicação
EmConsulta
Responsável técnica:
Dra. Thais Correia Leone Della Pace
CRM/MS 4056
Não achou o que procurava?

Como podemos ajudar?

Preencha os campos abaixo e informaremos
assim que ficar disponível.
Digite ao menos 3 caracteres